vanuza.cris

domingo, 6 de fevereiro de 2011

A Liberdade

Para Kant, ser livre é ser autônomo, isto, é dar a si mesmo as regras a serem seguidas racionalmente. Todos entendem, mas nenhum homem sabe explicar.

Uma das obras realizadas por Kant é a Crítica da Razão Pura. Nesta, o estudo do fato da razão torna-se pertinente, pois discorre sobre a liberdade nesse contexto. O fato da razão citado por Kant é a consciência do indivíduo sobre as leis morais vigentes (REALE, 1990, p. 914). Mas esse fato da razão só pode ser admitido com a existência da liberdade, esta liberdade só é admitida com uma intuição intelectual, ou seja, conhecimento. Kant explica aqui que ter consciência das leis morais vigentes não é apenas por vias de intuição, ou conhecimento, puro nem intuitivo, essa consciência, ou fato da razão depende da intuição intelectual, para que se possa ver a liberdade como positiva. Kant chama esse aspecto positivo de autonomia. A liberdade que o homem deve aproveitar, em Kant, diz respeito à vontade. Essa vontade não deve ser bloqueada por nenhum tipo de heteronomia. O livre arbítrio deve ser utilizado de forma pura para que não dependa de nada com relação à lei. Portanto a pessoa dotada de liberdade, ou seja, sem intervenções de outrem, pode fazer uso desta, porém o fará com maior clareza se seu conhecimento e consciência de sua liberdade existir.
 Resolvi postar hoje minha opinião sobre liberdade...

Liberdade é quando o ser humano toma sobre si suas propias responsabilidades e impoe as regras a si mesmo. Ser Livre é poder  tomar decisões sobre seus atos sem medo, é poder admitir seus desejos sem temor e no fim sentir a sensação de ser mais capaz . Ate que a pessoa se torne livre não fica esclarecida o verdadeiro sentido da vida na mente, é preciso ser livre o bastante para saber correr atras dos sonhos e alcançar objetivos pre-definidos por Deus para que a missão de cada ser se cumpra nessa terra.
aí vai um poema encontrado no Hd da minha mente
poema que trago registrado na memoria desd minha infancia
não sei por qual motivo
mas me recordo bem dele
ño google era  inexistente até então

A LIBERDADE

Numa gaiola bonita

ponteiros envernizados, lixados e bem acabados
um canário de valor , emprumado cantor
Alí papai encerrou e as asas ainda cortou
E eu fiquei a olhar no espaço a amplidão
reagindo a solidão
Sonhava e em vão procurava a saida e não encontrava
Abri ligeiro a gaiola feliz pensando assim,
Não gostaria que a mim
um mal desses alguem fizesse
mesmo que em troca me desse
Luxo, Beleza e vaidade
Não tem preço a Liberdade...

 

Um comentário:

  1. Precisando de uma mensagem de consolo, então acesse o nosso site, e assista nossas mensagens, Sempre Deus tem uma mensagem para você nas horas dificeis, além das radios e musicas solo instrumemtais e muito mais

    http://www.assembleiabelem.br22.com/

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTARIO AKI